Meu querido, me perdoa chegar com tanta sede de viver e, ao mesmo tempo, com tanta carga emocional. Perdoa a entrada leve, os sorrisos, os olhares, as brincadeiras. Perdoa essa sintonia que é tão evidente. Perdoa meu encanto, minha felicidade com esse reencontro. Perdoa ser tão natural pra mim. Perdoa os deslizes inconscientes, o falatório, […]

Comunicar, para mim, é servir. Existem projetos, artistas, trabalhos que precisam ser vistos e ouvidos. É incrível ver a porção do esforço se unindo à porção do amor e reverberando em forma de emissão e recepção, gerando mais força, mais solidez. O amor precisa ser mostrado. É com amor que tenho escolhido trabalhar e, por […]

De repente formou-se uma confusão incontrolável na porta do falecido. Sebastião Miguel de Oliveira dos Santos legítimo pedreiro de profissão diferente dos meia-colheres encontrados amiúde bem casado com uma cabocla do pé da Serra da Mata Virgem da graça Margarida de tal a quem não faltavam os bons olhos e os desejos dos namoradores do […]

Salustiano de Zequinha aparentado ainda de Felício das Grotas da Tapera-Ribeiro Grande abaixo meia légua farinha do mesmo saco de Tomázio carregador de jerimum e pegador de fura-melancias do Sítio Capim de Baixo assuntando de tudo um pouco falador contumaz silente de momentos apenas pegador de burro brabo de não levar desaforo pra casa falou: […]

Você chegou onde queriaMas, ainda, há algo maisVocê está bem, como queriaMas, sempre, há algo mais Algo mais da vidaAlgo mais da genteAlgo por desvendarAlgo que vem, de repente Você aprendeu a lidarCom muita coisa que se passouVocê, agora, pode ter acessoA outros nós que não desatou Você se fortaleceuE pode dar conta de siVocê […]

Mexeu com teus sentimentos. Não ficaste bem. Sentiste culpa por mexer na ferida dela. Descobriste que a distância que criaste não é, apenas, um ato de defesa teu. É, também, uma dificuldade de olhar para a dor dela porque dói em ti, também. Ela não quer se ajudar. Talvez por preconceito, medo, falta de recursos. […]