De repente formou-se uma confusão incontrolável na porta do falecido. Sebastião Miguel de Oliveira dos Santos legítimo pedreiro de profissão diferente dos meia-colheres encontrados amiúde bem casado com uma cabocla do pé da Serra da Mata Virgem da graça Margarida de tal a quem não faltavam os bons olhos e os desejos dos namoradores do […]

Salustiano de Zequinha aparentado ainda de Felício das Grotas da Tapera-Ribeiro Grande abaixo meia légua farinha do mesmo saco de Tomázio carregador de jerimum e pegador de fura-melancias do Sítio Capim de Baixo assuntando de tudo um pouco falador contumaz silente de momentos apenas pegador de burro brabo de não levar desaforo pra casa falou: […]

Ele a olhava com o olhar de quem quer. Olhava ela com as suas primas. Em determinado momento, tomou coragem e se levantou: – Vem cá – disse ele. Ele a levou, pela mão, para um beco. Sentou-se e ela permaneceu de pé. Pôs a mão direita em seu ombro e respirou fundo. Depois, arriou […]

Das certezas do que quer, ela sabe. Sabe, também, que nenhum sonho nasce, assim, com a facilidade de se realizar, mas luta. Todo dia, luta um pouquinho mais, investe um pouquinho mais, estuda um pouquinho mais. Seu sonho é, um dia, poder se sustentar fazendo o que gosta. Quando aquele trabalho com carga horária de […]

Se Deus fizer, Ele é Deus. Se não fizer, Ele é Deus. Se a porta abrir, Ele é Deus. Mas se fechar, continua sendo Deus. Ela cantava enquanto os maqueiros a levavam para a sala de cirurgia. Olhava para o teto, via o passar das lâmpadas, sentia o momento que mais temia se aproximar, mas […]